Hotéis no Alentejo com Desempenho Menor que o Esperado Devido ao Covid-19

Veja quais foram as consequências da pandemia no setor de hotelaria em Alentejo e como os Hotéis responderam aos números baixos.

O comércio em todo o mundo ainda está sendo afetado pela pandemia, após dois anos em um lockdown doloroso para qualquer tipo de comércio. Afinal, estas medidas restritivas sempre foram extremamente necessárias pelo bem de todos e o mercado precisou se adaptar para que não fosse afetado tão gravemente a ponto de fechar permanentemente as suas portas.

Principalmente o setor de hotelaria foi afetado, afinal o turismo cessou quase que completamente por todo o mundo e em Alentejo não foi diferente. Porém, tudo apontava para um retorno lento até a normalidade em 2022, e o mercado turístico e hoteleiro já esperava que seus números subiriam, mas as coisas não aconteceram desta forma.

Neste artigo, nós do NoticiasAlentejo vamos explicar melhor os motivos pelos quais o setor hoteleiro de Alentejo ainda sofre com a pandemia.

Alentejo

Taxa de ocupação dos hotéis abaixo da expectativa

Desde o início do ano o setor responsável pelo turismo em Alentejo estava projetando uma volta massiva dos turistas para a cidade, vários hotéis da cidade estavam com as reservas esgotadas o que fazia com que os ânimos para o setor fossem totalmente renovados após uma grande baixa no ano de 2021 inteiro.

Mas, antes mesmo da virada do ano, praticamente todas as reservas foram canceladas, deixando todos os donos de hotéis e a entidade regional de turismo de Alentejo preocupada. O motivo de todos os cancelamentos foi a nova variante de Covid-19, chamada de Ômicron, o aumento dos casos desta variante deixou diversos governos atentos e preparados para aplicar novas mediadas de controle.

Mesmo com estas medidas não sendo oficialmente definidas pelos órgãos governamentais responsáveis, existe uma grande preocupação dos turistas com a possibilidade de uma nova onda deste vírus incômodo e, por isso, a grande maioria resolveu cancelar as suas reservas e continuar seguros em suas casas mantendo as regras básicas sanitárias para que a variante não tome proporções maiores.

Mas, como é de se imaginar, este cenário não se limita apenas a Alentejo, já que todas as grandes regiões turísticas de Portugal também estão passando pelo mesmo efeito causado pelo vírus, o que pode ter incentivado o encerramento do Museu Rainha Dona Leonor para reformas. É uma diminuição drástica que pegou a todos de surpresa, já que as projeções e reservas feitas em hotéis apontavam para um aumento substancial do número de turistas pelo país.

Todo este efeito negativo não afeta apenas o turismo, mas também o comércio de todo o país. Principalmente nos locais em que o comércio está mais voltado para turistas e, por isso, tiveram a sua renda drasticamente diminuída e consequentemente diversos comércios por toda a Portugal tiveram de fechar as suas portas ou se reinventar totalmente para sobreviver a este período.

Todos estão agora esperando que esta nova variante seja controlada para que o setor de turismo volte ao normal, mesmo que lentamente, para alimentar também outras partes importantes da economia do país. 2022 deve ser o ano em que o setor tem uma melhora substancial para que as projeções para 2023 sejam ainda mais otimistas.

Recent posts

Menu

Pages